Universo Piauí Publicidade 1200x90
28/03/2023 às 19h46min - Atualizada em 28/03/2023 às 19h46min

Com R$ 8 milhões para projetos, Teresina terá plenária sobre a Lei Paulo Gustavo

Plenária ocorrerá de forma presencial neste sábado, 1 de abril

Imagem: Divulgação

Com o objetivo de promover um amplo debate sobre a Lei Paulo Gustavo em Teresina (PI), bem como ouvir toda a cadeia produtiva cultural e os demais atores da sociedade civil, a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC),  e em parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural de Teresina (CMPC), realizará uma plenária sobre a lei de incentivo cultural. Neste primeiro momento a plenária ocorrerá de forma presencial neste sábado, 1 de abril, a partir das 09h, no Teatro Municipal João Paulo II, que fica localizado no Bairro Parque Ideal, na zona Sudeste da capital piauiense, sendo a mesma transmitida ao vivo através da página Cultura Teresina  no Youtube.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, os recursos da Lei Paulo Gustavo, são oriundos do Fundo Nacional de Cultura (FNC) e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), onde R$ 8 milhões de reais serão aplicados nos projetos culturais de Teresina, garantindo um grande investimento no setor e possibilitando que muitos artistas possam ter o apoio para executarem seus trabalhos. Ênio Portela enfatiza que o município já vem fazendo sua parte, sempre buscando realizar atividades onde o artista local é o protagonista e que agora com a chegada desses recursos, a gestão municipal terá mais fôlego para apoiar as iniciativas daqueles que mantêm viva a cultura na cidade.

“Na plenária serão abordadas e sanadas dúvidas sobre a Lei Paulo Gustavo, que destinará R$ 8 milhões de reais para Teresina por meio de editais e ações que serão elaboradas pelos representantes dos setores culturais e população. Também serão abordadas formas de implantação e gestão da lei através de ferramentas e plataformas, assim como uso e adesão ao SNC – Sistema Nacional de Cultura”, destacou Ênio Portela, falando ainda sobre a importância dos fazedores de cultura estarem presentes na plenária, para que todos possam disputar os editais de forma justa, que que por falta de conhecimento, muitos acabam desistindo ou apresentando editais e prestações de contas de forma errada.

Para o artista visual Pedro Vidal, integrante do CMPC, a Lei Paulo Gustavo é uma importante ferramenta para estruturar o cenário cultural  da cidade de Teresina, dando mais visibilidade aos artistas, para que eles possam ultrapassar as barreiras e com isso mostrarem seus trabalhos para outros públicos de outros estados. Ele disse ainda que com a chegada desses recursos, a cidade terá pluralidade na sua produção, uma vez que segundo ele, a cidade viverá uma proliferação de novas  obras, onde servirá inclusive para incentivar aqueles artistas ainda não conhecidos do grande público.

“Temos artistas escondidos em todas as zonas da cidade, além claro, daqueles que já são bem conhecidos do público. Com a chegada da Lei Paulo Gustavo, Teresina viverá um novo momento cultural, já que os recursos irão se juntar aos recursos municipais que são empregados em vários setores culturais”, disse Pedro Vidal.

Para quem não puder se deslocar até o local da plenária, está sendo disponibilizado o link https://www.youtube.com/live/DHVhEnt3reM?feature=share , onde os interessados poderão acompanhar de forma on-line todos os trabalhos que serão realizados durante a atividade. Já para os que irão participar de forma presencial, o Teatro João Paulo II estará aberto a partir das 08h30, sendo que o mesmo fica localizado na Avenida Joaquim Nelson, no Bairro Parque Ideal, contando com um amplo estacionamento.

Fonte: FMC


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp