Universo Piauí Publicidade 1200x90
23/03/2023 às 18h04min - Atualizada em 23/03/2023 às 18h04min

Nova maternidade terá espaço para atender mulheres vítimas de violência sexual

Comitiva que atua na defesa dos direitos da mulher no Piauí visitou a obra e conferiu como o espaço está sendo estruturado

A nova Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) terá uma área especial para receber o Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Samvvis), que passa a funcionar no locla a partir do segundo semestre deste ano. Nesta quinta-feira (23), uma comitiva que atua na defesa dos direitos da mulher no Piauí visitou a obra e conferiu como o espaço está sendo especialmente construído para ofertar um atendimento humanizado às mulheres.

A comitiva era formada pela primeira-dama do Estado do Piauí, Isabel Fonteles; por membros da diretoria da Secretaria de Estado das Mulheres (Sempi) e pela deputada Simone Pereira (MDB), que propôs a visita.

O Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Samvvis) é um serviço público estadual que oferta assistência de saúde gratuita às meninas e mulheres vítimas de violência sexual no Piauí. Os atendimentos são dentro da atual Maternidade Dona Evangelina Rosa, no bairro Ilhotas. Conforme o cronograma de abertura, ele será transferido em outubro para o novo prédio da MDER, localizado na Avenida Presidente Kennedy, zona Leste de Teresina.

Durante a visita, o superintendente da Associação Reabilitar, Aderson Luz, ressaltou que o espaço do Samvvis está sendo estruturado para oferecer atenção integral às mulheres vítimas de violência. “Além de toda a estrutura física, estamos trabalhando para que o Samvvis funcione com profissionais capacitados e todos os equipamentos necessários para ofertar atendimento acolhedor e humanizado para as mulheres”, declarou.

A deputada estadual Simone Pereira ressaltou a organização do espaço. “Fico feliz em perceber como a obra foi pensada para receber o Samvvis e a gestão da nova maternidade se comprometeu em atender a nossa consideração sobre o acesso da mulher ao serviço, para que ela seja atendida sem passar por nenhum tipo de constrangimento”, disse.

A primeira-dama do Estado do Piauí, Isabel Fonteles, destacou que o espaço está praticamente pronto. “Fico feliz em ver toda essa estrutura, mas ainda mais em saber que teremos uma equipe multidisciplinar preparada para receber essas mulheres de forma respeitosa e acolhedora, como elas merecem”, colocou.

O investimento na nova maternidade de Teresina é de cerca R$ 160 milhões, oriundos do Governo do Estado e do Governo Federal. A previsão é que os primeiros setores comecem a funcionar no novo prédio no mês de julho. A gestão da unidade de saúde é compartilhada entre a Associação Reabilitar e o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp