Universo Piauí Publicidade 1200x90
23/03/2023 às 10h50min - Atualizada em 23/03/2023 às 10h50min

Novo Programa de Alimentação Saudável amplia teto de compras para R$ 15 mil

Criado em 2003, junto ao Fome Zero, o programa tem como finalidade promover e garantir a segurança alimentar para a população brasileira

Foto: Reprodução

O novo Programa de Alimentação Saudável (PAA) foi relançado, nessa quarta-feira (22), em Recife (PE). O novo programa traz algumas novidades, como o reajuste no valor individual a serem comercializados por agricultores familiares, trazendo uma ampliação do teto de 12 mil para 15 mil, nas modalidades Doação Simultânea, Formação de Estoque e Compra Direta. A iniciativa traz também uma facilitação de acesso aos indígenas, povos e comunidades tradicionais, além de garantir e ampliar a participação de mulheres, trazendo uma equidade na execução do programa.

Criado em 2003, junto ao Fome Zero, o programa tem como finalidade promover e garantir a segurança alimentar para a população brasileira, incentivando e fortalecendo a produção por meio da agricultura familiar e será desenvolvido pelos ministérios do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA).

“Para o Piauí, esse programa foi de grande importância para o desenvolvimento da agricultura familiar em nosso estado”, é o que afirma Rejane Tavares, secretária de Estado da Agricultura Familiar. “O PAA é o programa de maior importância para agricultura familiar, ele foi fundamental para estruturar e viabilizar a comercialização dos produtos da agricultura familiar e também para fortalecer a mulher e o homem do campo, viabilizando a permanência das famílias na área rural e garantindo que elas tenham uma vida digna. Então, é mais uma ação que o presidente Lula faz, fortalecendo o compromisso do governo em prol da agricultura familiar e que muito temos a agradecer”, pontuou a gestora.

Como Funciona o PAA

O PAA permite que por meio de chamadas públicas, órgãos públicos possam comprar produtos de agricultores cadastrados. As compras realizadas são executadas a preços compatíveis com os praticados pelo mercado.

Os alimentos que foram adquiridos serão então destinados às pessoas que vivem em estado de insegurança alimentar e nutricional, à rede pública, entidades filantrópicas de educação, saúde e justiça, também para cozinhas comunitárias, restaurantes populares e bancos de alimentos.

Dentro do programa foi estabelecido um percentual mínimo de compras dos órgãos federais e que poderá ser ampliado para órgãos estaduais e municipais.

As cinco modalidades de compras no PAA

1 – Doação Simultânea: Os alimentos adquiridos serão destinados ao atendimento de pessoas em situação de insegurança alimentar.

2 – PAA-Leite: Também terá como mesmo destino a doação, a compra do leite será realizada de pequenos produtores que receberão o benefício antes da entrega.

3 – Compra Direta: Tem como principal objetivo a administração de preços, formação de estoques reguladores ou ações de socorro..

4 – Compra Institucional: As aquisições para atender demanda de órgãos públicos.

5 –  Apoio à Formação de Estoque: Assegura apoio financeiro para constituição de estoques de alimentos para posterior comercialização e devolução de recursos ao poder público ou pagamento por meio da entrega de produtos para desenvolvimento de ações de segurança alimentar e nutricional.

Fonte: Redação CCom


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp