Universo Piauí Publicidade 1200x90
21/03/2023 às 09h52min - Atualizada em 21/03/2023 às 09h52min

ONU pede urgência para acabar com discriminação racial

Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial é celebrada neste 21 de março

Foto: Unsplash/Jay Chen

Neste 21 de março, as Nações Unidas celebram o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial.

Este ano, a data enfatiza a urgência desta questão quando o mundo marca 75 anos após a adoção da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Legado da escravidão

Em mensagem, o secretário-geral da ONU, António Guterres, destaca que o racismo é um “abuso profundamente prejudicial e generalizado dos direitos humanos e da dignidade humana que afeta todos os países.

Para o chefe das Nações Unidas, está é uma das forças mais destrutivas que dividem as sociedades, é responsável por mortes e sofrimentos em “escala grotesca” ao longo da história.

Guterres adiciona que a discriminação racial e os legados da escravidão e do colonialismo continuam “destruindo vidas e reduzindo oportunidades, impedindo que bilhões de pessoas desfrutem de seus plenos direitos humanos e liberdades”.

Segundo ele, o racismo não é inato, mas uma vez aprendido, pode assumir um poder destrutivo imparável.

Aumento do ódio

O secretário-geral acredita que quando os governos e outras autoridades usam o racismo e a discriminação para fins políticos, eles alimentam as tensões e contribuem para condições que podem se transformar em violência, incluindo crimes atrozes.

Na avaliação do chefe da ONU, xenofobia, preconceito, discurso de ódio e outras formas de racismo e fanatismo estão aumentando em todos os lugares.

Ele relata que líderes políticos usam minorias e migrantes como bodes expiatórios, influenciadores de mídia social monetizam o racismo em plataformas online e a inteligência artificial reproduz a discriminação racial em formato digital.

Contra a discriminação

Guterres aponta que é necessário “resistir e reverter” os ataques dos direitos humanos, condenar e eliminar a discriminação racial em todas as suas formas e abordá-la onde e quando ela surgir.

Líderes de todos os tipos, tanto na esfera pública quanto na privada, devem intensificar, falar e combater o problema.

Guterres faz um apelo para que neste ano de aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, aumente o comprometimento em erradicar o racismo e a discriminação racial, bem como a defesa da dignidade e dos direitos de todas as pessoas, em todos os lugares.

Fonte: ONU News


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp