Universo Piauí Publicidade 1200x90
08/03/2023 às 20h08min - Atualizada em 08/03/2023 às 20h08min

Rafael Fonteles recebe investidores chineses interessados em ampliar negócios com o Piauí

Governador lembrou que há bastante relações comerciais entre o Piauí e o país asiático

Imagem: CCom

Um grupo de investidores chineses teve audiência com o governador Rafael Fonteles nesta quarta-feira (08) no Palácio de Karnak. Eles vieram conhecer as potencialidades do estado e ver oportunidades de negócios que possam fortalecer e ampliar as relações comerciais com o Piauí.

Na reunião, o governador destacou as potencialidades do estado nas áreas que são mais relevantes para a China: a produção de grãos, minérios e as facilidades oferecidas pela Zona de Processamento de Exportação, a ZPE do Piauí. Rafael citou que o Piauí é o 9⁰ maior produtor de grãos do país, tem três minas de ferro com alto teor de qualidade e tem a única ZPE do Brasil com espaço para instalação de indústrias neste momento.

O governador ressaltou ainda que o estado possui pelo menos três grandes importadoras na área de peças para bicicletas e equipamentos, além da expertise na produção de castanhas. Falou ainda dos potenciais no litoral com o Porto de Luís Correia e aeroporto internacional com terminal de cargas que está sendo ampliado. A comitiva chinesa vai visitar empresas piauienses nos próximos dias, incluindo uma fazenda de soja, as instalações da ZPE, em Parnaíba, e o litoral do estado.

Rafael Fonteles disse ainda aos investidores que o Piauí é o 3⁰ maior produtor de energia solar e eólica do Brasil, com possibilidade de multiplicar por dez a capacidade instalada hoje. Durante o encontro, o governador firmou o compromisso de visitar Xiamen ainda este ano em busca de investimentos para o Piauí.

Rafael Fonteles lembrou o estado tem muitas relações comerciais com a China tanto de importação quanto de exportação. “Nós estamos procurando aproximar os empreendedores chineses dos empreendedores piauienses para aumentar essa relação comercial para beneficiar os nossos exportadores das mais diversas áreas, como também para criar melhores condições para os nossos importadores, além da nossa zona de exportação, que é a única do Brasil depois do novo marco legal e que tem a ver com todo o desenvolvimento chinês, que foi a partir de zonas econômicas especiais que virou essa potência econômica mundial”, ressaltou.

O presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Almeida, disse que a missão chinesa busca aproximar empresários piauienses de empresários chineses para promover a cooperação entre as zonas econômicas especiais. Destacou que em setembro ele e o governador Rafael Fonteles, juntamente com empresários piauienses, vão à China. “Esse primeiro contato foi uma aproximação muito proveitosa, considerando que foi criado um vínculo com a China, principal parceiro comercial do Piauí”, afirmou Victor Hugo. Segundo ele, os chineses fizeram pesquisas no Piauí e querem investir no agro, na soja, proteína animal, pesca, minério de ferro e em outras áreas.

Os integrantes da comitiva chinesa que participaram da reunião são Hugo Zhu, presidente da Zhuhai Sino-Lac Supla Cham Co. Ltda; Chan Kwok Keong, gerente de exportação internacional da empresa Zhuhai Sino-Lac Supla Cham Co. Ltda; Chis Wen, presidente da Shenzhen Eletrical Products Factory; Cindy Chen, presidente da Sunglobal-Express Logistics Ltda. Também participaram desse encontro os investidores Henrique Kao, CEO da empresa ES Consuctor Ltda; e Helson Braga, presidente da Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação (ABRAZPE). O Grupo Integrante CCPTI – Conselho Chinês para Promoção do Comércio Internacional (Xiamen) participou da reunião remotamente.

Acordo de Cooperação Econômica e Tecnológica

O encontro dos chineses com o governador Rafael Fonteles com empresários piauienses é a continuidade dos trabalhos visando grandes investimentos entre o Piauí e China, em especial com Xiamen.

Em 13 de janeiro deste ano, Victor Hugo Almeida e Álvaro Noleto, da subsidiária ZPE do Piauí participaram, em São Paulo, da celebração de um Acordo de Cooperação Econômica e Tecnológica entre a Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação (Abzape) e o Conselho Chinês para a promoção do Comércio Internacional.

O objetivo desse acordo de cooperação é promover a integração de negócios entre Xiamen e o Brasil, em especial as Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs) para o comércio de commodities, investimento bidirecional e comércio eletrônico transfronteirico, além de cooperação aprofundada em outros campos e intercâmbio de pessoal.

Fonte: Redação CCom


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp