Universo Piauí Publicidade 1200x90
21/04/2022 às 10h17min - Atualizada em 20/04/2022 às 10h26min

3,9 milhões podem sacar FGTS nesta quarta (20); veja calendário e quem tem direito

Saque de até R$ 1.000 será feito por meio do Caixa Tem; veja o passo a passo

RTV Cris Sekeff - rtvcrissekeff.com.br
Gabriel Cabral/Folhapress

A Caixa Econômica Federal pagará, nesta quarta-feira (20), até R$ 1.000 no saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para 3,9 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro, que poderão sacar R$ 2,7 bilhões.

O banco libera os valores em lotes a cada sete ou dez dias, conforme o mês de aniversário do profissional, segundo informou nesta terça (19) o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. A movimentação do dinheiro será feita pelo aplicativo Caixa Tem, mas somente após a data estabelecida para a liberação, conforme calendário.

O próximo pagamento deste mês será no dia 30 de abril, para 3,2 milhões de trabalhadores nascidos em fevereiro, que vão sacar um total de R$ 2,2 bilhões. A liberação normalmente é feita às quartas e aos sábados. O calendário de pagamentos vai até 15 de junho.

O trabalhador deve acessar o aplicativo FGTS para verificar se receberá o dinheiro automaticamente no Caixa Tem ou se precisará fazer o pedido de liberação dos valores, procedimento que é feito no próprio aplicativo do FGTS. Depois, será preciso acessar o Caixa Tem a partir do dia em que o dinheiro for liberado, seguindo o calendário. Quando o recurso entra na conta que é movimentada pelo aplicativo Caixa Tem é possível transferir o valor para outra conta bancária, fazer Pix, pagar boletos e gerar código para saque em dinheiro.

VEJA O CALENDÁRIO DE SAQUE DO FGTS 2022

Mês de nascimento Data de depósito Quantos poderão sacar (em milhões) Total liberado (em bi, em R$)
Janeiro 20 de abril (quarta) 3,9 2,7
Fevereiro 30 de abril (sábado) 3,2 2,2
Março 4 de maio (quarta) 3,5 2,5
Abril 11 de maio (quarta) 3,7 2,6
Maio 14 de maio (sábado) 3,8 2,7
Junho 18 de maio (quarta) 3,6 2,6
Julho 21 de maio (sábado) 3,5 2,5
Agosto 25 de maio (quarta) 3,4 2,4
Setembro 28 de maio (sábado) 3,4 2,6
Outubro 1º de junho (quarta) 3,5 2,5
Novembro 8 de junho (quarta) 3,2 2,4
Dezembro 15 de junho (quarta) 3,3 2,3

APLICATIVO APRESENTA INSTABILIDADE

Na tarde desta terça (19), o aplicativo FGTS apresenta instabilidade. Há casos de usuários que não conseguem acessar, outros dizem que há demora, mas, após a espera, o acesso é liberado e há ainda os que não estão conseguindo solicitar os valores (quando for o caso) e recebem a informação de que precisarão ir até agência da Caixa.

Na maioria dos casos, os trabalhadores estão enfrentando uma fila de espera virtual para fazer a consulta aos valores. A espera, no entanto, é curta. Após passar pela fila, o trabalhador consegue saber se terá o saque de forma automática ou se precisará fazer a solicitação dos valores.

Em caso de falhas, uma das dicas é reinstalar o aplicativo ou fazer a atualização na loja de aplicativos do celular. A Caixa foi procurada, mas ainda não comentou os casos.

PAGAMENTO DOS VALORES SERÁ PELO CAIXA TEM

O saque extraordinário do FGTS será feito pelo Caixa Tem em uma poupança social digital aberta pela Caixa no nome do trabalhador. O acesso ao dinheiro só ocorrerá na data em que o trabalhador estiver autorizado a sacar, conforme o calendário.

No entanto, para saber se vai receber até R$ 1.000, o cidadão precisa, antes, fazer a consulta pelo app FGTS ou pelo site fgts.caixa.gov.br. Para a maioria dos trabalhadores, o dinheiro será liberado de forma automática. No entanto, há casos em que será necessário fazer a solicitação de saque.

A solicitação é feita apenas pelo aplicativo. No site, as funcionalidades são limitadas e só é possível consultar se tem direito e como será o pagamento.

NÃO É POSSÍVEL RECEBER O FGTS EXTRAORDINÁRIO EM OUTRA CONTA

Ao abrir o aplicativo, o trabalhador com direito ao saque do FGTS poderá encontrar uma tela em que o sistema pergunta se quer cadastrar uma conta para receber os valores. No caso do saque extraordinário, não adianta fazer essa opção, pois o pagamento será apenas pelo Caixa Tem.

Ao receber na poupança social digital, é possível transferir o dinheiro para outro banco, sacar gerando um código de retirada, realizar uma transferência via Pix, pagar contas ou fazer compras.

QUEM TEM DIREITO AO SAQUE EXTRAORDINÁRIO

O cidadão com conta aberta no FGTS, que tenha saldo e não haja bloqueio do dinheiro, como no caso de quem optou pelo saque-aniversário. Ao todo, 42 milhões de trabalhadores vão receber cerca de R$ 30 bilhões.

O valor de até R$ 1.000 por trabalhador considera a soma dos saldos disponíveis em todas as contas abertas, tanto do atual empregador quanto dos antigos. Para saber se vai receber, é possível fazer a consulta no aplicativo e no site FGTS.

Será liberado, primeiro, o saldo nas contas antigas do Fundo de Garantia. Depois, serão pagos valores da conta do atual emprego, caso o trabalhador esteja empregado.

ONDE TIRAR DÚVIDAS E BUSCAR INFORMAÇÕES:

  • App FGTS
  • fgts.caixa.gov.br
  • 4004-0104 (capitais e regiões metropolitanas)
  • 0800-1040104 (para as demais regiões)

SAIBA CONSULTAR O SALDO PELO APP DO FGTS

  1. Atualize ou baixe o aplicativo FGTS no seu celular
  2. Depois, abra o app e clique em "Entrar no aplicativo"
  3. O programa perguntará se pode utilizar caixa.gov.br; clique em "Continuar"
  4. Informe seu CPF, vá em "Não sou um robô" e, depois, em "Próximo"; se o programa pedir para identificar imagens, identifique-as e vá em "Verificar"
  5. Informe a senha e clique em "Entrar"
  6. Aparecerá uma mensagem com informações sobre o saque extraordinário do FGTS, clique em "Entendi"
  7. Na tela inicial, vá em "Saque Extraordinário", no quadro laranja
  8. Na próxima tela, aparecerá o quanto estará disponível para você sacar
  9. Para saber de quais contas o valor está sendo debitado, clique em "Ver contas FGTS liberadas"
  10. O pagamento é automático, na conta social digital, para a maioria dos trabalhadores; em alguns casos, será preciso fazer a solicitação (veja o passo a passo abaixo)

O QUE É POSSÍVEL CONSULTAR PELO SITE DO FGTS

  1. Acesse o site www.fgts.caixa.gov.br
  2. Na página inicial, vá em "Saque Extraordinário do FGTS" e clique em "Consulte aqui"
  3. No campo específico, informe o CPF ou o número do PIS (caso não tenha o número do PIS, a consulta pode ser feita pelo Meu INSSclique aqui para outras formas de saber o PIS)
  4. Clique em "Não sou um robô" e vá em "Continuar"
  5. O sistema pedirá para clicar em imagens; identifique-as e vá em "Verificar"
  6. Será preciso informar sua senha de internet e clicar em "Continuar"; se não tiver ou não se lembrar, vá em "Cadastrar/recuperar senha"
  7. Aparecerá seu número de celular ou a opção de cadastrar um para receber "SMS"
  8. Haverá uma mensagem informando se você tem direito ao saque do FGTS e como será feita essa retirada
  9. Se for o caso, o sistema informará que seu FGTS não será liberado automaticamente em uma poupança social digital. Para fazer o pedido de liberação, será preciso acessar o app do FGTS na opção Saque Extraordinário do FGTS
MEDIDA FAZ PARTE DE PACOTE DO GOVERNO EM ANO ELEITORAL

A liberação do FGTS faz parte do Programa Renda e Oportunidade, lançado pelo governo no dia 17 de março. Ao todo, o Planalto afirma que disponibilizará R$ 150 bilhões aos trabalhadoresHá ainda o adiantamento do 13º para aposentados e pensionistas do INSS.

Também foram anunciadas outras medidas, como a possibilidade de empréstimo consignado a quem tem BPC (Benefício de Prestação Continuada) e Auxílio Brasil, além de empréstimos via Caixa Tem para pessoas físicas e MEIs (microempreendedores individuais), inclusive se estiverem com nome sujo, com dívidas de até R$ 3.000.

QUEM TEM DIREITO AO FGTS

Tem direito ao FGTS todo trabalhador brasileiro com contrato de trabalho formal, regido pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), e, também, trabalhadores domésticos, rurais, temporários, intermitentes, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham apenas no período de colheita) e atletas profissionais.

Pela lei, o empregador deposita todo mês 8% do salário do profissional em uma conta em nome dele. Na demissão sem justa causa o trabalhador pode fazer o saque, além de receber 40% de multa sobre o saldo do fundo.

Fonte: Folha de São Paulo


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://universopiaui.com/.
Fale pelo Whatsapp
Obrigado por acessar nossa página.
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp